Poxa!

Mais

ai eu penso…

se uma promessa do seu grande amor

não acontecer

acontece

lembre-se de tudo ao redor

olhe para as pessoas que passam pelas ruas cheias de problemas

outras que sorriem

que se beijam

e que estão tão desesperadas como você

e lembre-se

de quando era criança

e nem sabia o que era o amor

e mesmo assim ele aconteceu

mais de uma vez

e que bom que a vida te surpreendeu

e que as surpresas continuam aí

enquanto tiver dois corações que precisam de outro para pulsar mais alto

NÃO SEI SE PORQUE NUNCA FUI CONFORMADA COM NADA ….
SEMPRE FUI INCONFORMADA

nunca me acostumei com a grandeza da lua, com o poder do sol iluminar tudo e a beleza muito sufocante do mar… não sei se porque nunca me acostumei somente com o Amor e sempre me mantive apaixonada por quem amei num gesto inconformado de que a paixão nunca,nunca pode acabar…junto com ela está o amor eterno.
não sei se porque eu nunca me conformei com nenhum tipo de injustiça e condição humana, nunca me conformei que gente deve ser tratada em escalas diferentes, de acordo com o seu nível de instrução ( ? ), com a cor da sua pele, do lugar onde nasceu…
Nunca me conformei com aquele homem dormindo embaixo do viaduto
Nem com o preso com os pés e a mão pra fora de uma jaula
Nem com aquela criança pedindo no farol
Nem com o vermelho
Nem o azul

Não sei, nunca fui de me conformar com o pouco, nem com o muito, nunca acho que a vida esteja suficientemente boa, porque tem sempre algo ou alguém que pode me fazer melhor ou eu posso levar mais luz, para o mundo ou para alguém.
Nunca, nunca me conformei com a amargura humana, nem com os julgadores que de tão conformados acham que quem não for igual a ele merece sentença de morte. Nunca me conformei com a falta dos olhos nos olhos, com o desejo reprimido…

Talvez por isso me inconformo tanto com gente compreensível demais…
Eu jamais deixaria um grande amor ir embora
Eu jamais deixaria um amigo sem o meu perdão
Eu jamais deixaria de dizer que amo para todos que amo
Eu jamais deixaria de devolver um sorriso para um desconhecido
Eu jamais deixaria de elogiar um brinco bonito
Eu acho que enlouqueci ….
que ótimo, mas quero enlouquecer um pouco mais..

 

Quero uma vidinha

Tudo simples

Com pequenas emoções

Comprar uma cadeira de praia para ver o sol se por

Ter um óculos espelhado para colorir o mar

Ir na reunião da escola do meu filho

Não ter o que fazer no domingo

Não quero aplausos

Nem pedido de casamento em público

Nem viajar o mundo

Quero a vidinha que pedi para Deus

E que ele, nem ninguém, ousaria me tirar,

o muito pouco que me satisfaz

se a vida te dá muito ela te tira muito

 

Nota

Complicações de Natal

Eu não sou a pessoa mais ligada em Natal, quem me conhece sabe. Já passei alguns de pijama velho sozinha em um quarto sem o menor problema. Sou como meu pai que não curtia nenhum tipo de convenção e tradição ( tenho pânico) e se apavorava com as obrigações de ter uma roupa nova, escolher em que casa passar o Natal, ter onde passar o Natal, comprar presentes, ganhar presentes, abraçar todo mundo, beber, ficar alegre pra depois chorar na frente dos outros, ou sozinha em um canto escondida com a melancolia alegre que essa data representa. Quando criança não entendia porque meu pai em cima da hora decidia ficar em casa sozinho escutando Chico. Era triste pra mim. Nessa época detestava Chico, afinal queria ganhar presentes das tias e comer as sobremesas e de preferência que o meu pai tão amado estivesse simplesmente do meu lado. Talvez por isso, minha maior lembrança de Natal seja o meu pai e esse lado complicado que herdei dele. E sou como ele também, que tinha fé, que não precisa do perdão e nem perdoar ninguém em nenhuma situação, nem dizer que ama, nem abraçar desconhecidos, em um dia específico do ano. Meu pai, o homem complicado que ouvia Chico, assim como sua filha complicada que não vê a hora que esse dia acabe, sabíamos que o ano tinha 365 dias para se viver de amor, se doar, receber, celebrar e ter fé na vida.
Mas entendo e admiro quem curte essa data, afinal é sempre bom ter por perto pessoas que amamos! E eu queria muito que ele estivesse em casa hoje escutando Chico e eu de pijama ao seu lado.

Mar

Nos meus olhos existe mar
Água salgada

Lágrimas…
Que lava a alma
E renova a carne
Cansada
Mas que traz no olhar
O desejo fundo do mar

O ..,

O amor é bonito
O perdão é divino
O amor nos fortalece
Quem perdoa já é forte

Amar, amar é fácil
Os brutos, os covardes e desumanos também amam
Só perdoa quem é forte, corajoso e quem consegue amar, verdadeiramente amar… Em qualquer situação, sem nenhuma compreensão e explicação… Apenas amar, como se amar fosse um respirar que se respira em qualquer lugar… O mesmo ar que nos mantêm acordados e bem vivos, mesmo que dentro de uma caixinha de fósforo.
Não existe erro, pecado, maldade que não mereça perdão.
O perdão de nada vale para o  perdoado. Não ache que está fazendo um bem ao outro.

Não se vala em dizer que não perdoa aquelo, aquilo.
Você está vivo, e só não esquece quem por alguns instantes morreu e não virou a página de um livro.

Estamos aqui para esquecer o que passou, verdadeiramente…

Sem mais

Ela sempre vem …

Ela sempre vem enfeitada, como se estivesse indo para festas.

Mas não,  está sempre desesperada, louca pra tirar os brincos

Pensa que não sei que se enfeita pra mim

Ela finge, eu também…

Talvez ela perceba que também me enfeito pra ela

É bem provável

Mas tenho que cumprir meu papel

Enquanto ela se torna personagem de si mesmo

Eu a assisto no seu monólogo

Tenho vontade de aplaudir

Mas cumpro meu papel no seu filme

Ela brinca de ser personagem

E eu tento mostrar que ela é uma péssima atriz

Nota

Presente

Não espero por nada
O futuro por mais exitante que seja
Está tão longe…
Deixo ele, como deve ser,
Invisível, inatingível por hoje

Gosto de “pegar”,  sentir, o que está perto
Presente
Agora
É a única chance que tenho pra viver

intensamente
Sentir a vida como uma mordida
Que dói e  ao mesmo tempo dá prazer

Calma alma

Minha alma tão densa
Por vezes…Pede calma

E me diz
Tenta
Vamos ser
Leve
Pelo menos por enquanto
Enquanto aquele amor não vem
Deixa ser
Deixa estar além…
O sol não avisa que vem
Simplesmente renasce numa manhã
Triste ou alegre
E também se despede
Triunfante ou tímido
Sem medo do amanhã
Amanhã
Ah o amanhã é um outro
Um novo dia !
Para mais uma tentativa
Mas por enquanto seja leve
Como o sol que só tem certezas
E mesmo assim não deixa de brilhar
Em qualquer cor de céu

Como se corresse o risco

do amanhã

não existir…

Ju

Ju

A dor nunca cessará

Saudade já ultrapassou o limite

É físico

Mas ela vai se superar

Aprender

Não a te esquecer

Mas a viver Sabendo lembrar de você

Mesmo Sem nunca mais Te ver

No estômago

Faço o que quero, somente o que SINTO, desejo, tenho vontade, loucura, roubo, mato, me perdoô, perdoo.

Sinto o que SINTO, não o que quero, nem desejo, mas sinto, e não bloqueio.

Falo o que que QUERO e somente, somente, o que sinto, respiro, alívio de ser apenas quem eu sou, muitas em uma só, com devaneios, paradoxos, complexos, temores, delícias

Não dou conta. Tudo bem. Não, não, não está bem

Não crio em mim personages, nem pseudos, talvez por isso pareço,

ou, sou,

tão ridícula…

Mas não posso negar. Não sei o que é sofrer por quem não sou, não porque queira, deseje, sinta, mas por pura incompetência

Pensando bem, ainda bem que não me tornei uma atriz

Não teria técnica alguma em dissimular, chorar, sorrir, beijar… Seria mais uma vez uma grande incompetente

Aliás, nada pior do que fazer caras e bocas. Jogar o cabelo, sorrir amarelo, cruzar as pernas, fingir não ter medo

Fingir no palco da vida ter uma vida que não a pertence

Uma coisa sei. Só os verdadeiros se tornam INTEIROS e alcançam onde nem imaginariam chegar

Não se engane e, muito menos, tente enganar os outros. Meu querido filósofo já dizia; Serás quem tu és!

Pois bem, se cheguei em lugar nenhum, foi pela minha arte, em ser uma repleta imbecil,

Essa que vos escreve.

Que dorme dias e dias na beirada da cama

Encolhida em uma coberta antiga

Que faz tempo que não ouve o coração pulsar

Que gosta de imaginar que o destino ainda irá de buscar

No meio da escuridão

E que mesmo sem merecer a mão

Irá se levantar

E estar onde sonharia estar

Talvez encontrei o lugar mais difícil

Onde ninguém ousa chegar

Em si mesmo

honestamente

sem querer mais agradar a todos

sem querer importunar a todos

sem querer o perdão de todos

Se eu tiver que pedir

Simplesmente é porque não mereço

Entenda quem quer entender

Príncipes e princesas que nunca se desiquilibraram na frente dos outros

Que sempre acharam que a culpa do outro é sempre maior do que seus crimes

destesto os falsos julgadores

que se precipitam em condenar o outro

temendo que um dia descubram o quão podre são

capazes de trair um irmão por motivos vão

capazes de virar as costas para um amigo

de fingir que não viram um homicídio

Que acham que a sua atenção é importante demais para qualquer um

Por favor, retirem-se daqui, imediatamente

Vão ler Poema em Linha Reta do Pessoa

E deixem essa ridícula sem leitores

Sozinha

Como descobriu melhor estar

Vida

Eu vou viver até morrer
Viver!!!! Navegar!!!
De peito aberto para o tiro
Com medo
Não nego
Afinal tenho medo
De morrer mesmo com os olhos abertos
Deixar de ver
De sentir
De querer
De amar
E mesmo assim
continuar
Vivendo…

Prefiro que não me responda. Deixa eu te dizer e ficar sem saber o tamanho da sua falta,do que sentir.
Assim minhas palavras, somente elas permanecem vivas.

Racional

Tem cara de mau
Fala grosso
Com palavras de fel
Quase não sorri
Não costuma dizer que ama
Desconhece o gosto de uma lágrima
Mas é doce
Basta olhar
Pra ver
Que por trás
Daquele olhar
Existe um homem
Com medo
Muito medo
De amar
E não ser amado
De chorar e
Não ser aceito
De sorrir e
Não receber um abraço
É do bem

A gente incha

Se desespera

O mundo cai

A gente se entrega

A gente dança

Canta

Sonha

Se ilude

Se apaixona

Ama

Dá a vida

Não pede troco

A gente desincha

Se acalma

Faz yoga

Se recolhe

Num sofá quentinho

Silencia

Chora

Volta para sí

Exige amor

Se reconhece

Sangra

Mais perde o medo

Mulheres

Temos mania de colocar a culpa nos outros. Uma forma de nos absolver? Não sei. Realmente o tempo vai passando e descobrimos que cada vez mais seguimos só. Não temos mais a mãe para limpar nossas lágrimas, uma irmã presente para nos abraçar, nem uma amiga para nos consolar. Todo mundo está muito ocupado. E se você não tiver ocupada deve ser porque deixou o trem passar, e não embarcou. Portanto ao invés de culpar o outro, de achar que o outro lhe deve obrigação, se ocupe, nem que seja com a sua dor. É sua! Lhe pertence. Tome para si. Ninguém dorme sentindo a sua dor. Aprenda. E se você é uma exceção, se sempre tem tempo para o outro, você está sendo pouca amiga para alguém que você sim deve muita obrigação. Você sabe quem é, não preciso dizer.

 

http://www.youtube.com/watch?v=G3kNr98CtO4&context=C4f94b2cADvjVQa1PpcFOEjbFQTpkWeOZE5X5ltmzwfG_DYxv_nwo=

 

Ainda Há Tempo?

Ainda Há tempo

Criolo

Tenho mania de ser feliz, e não sou, tenho mania de sofrer e logo passa… Acho que não sou boa em ter manias. Vício tenho em pensar, penso e penso, crio mil frases por segundo. Chegando a conclusão que é melhor parar com isso, respirar mais, deixar o pensamento vago, largar as manias e curar esse meu vício!

Todo mundo que ler isso terá da vida aquilo que precisa para ser feliz.

Vc pode querer um carro
Mas na verdade precisa andar com os próprios pés.., então a vida te dará coragem…
Vc precisa de um namorado
Então a vida lhe ensinará primeiro a se amar…
Vc quer mudar de emprego… A vida talvez te desempregue e vc fará uma viagem e nessa viagem irá encontrar o pai dos teus filhos…
Vc quer se livrar de um inimigo
A vida pode te ensinar q ele tem os mesmos defeitos que vc tem e qualidades que precisa ter.
Vc quer viajar o
Mundo… Quem sabe vc precisa conhecer te a ti mesmo…

Vc leu até aqui. Então vc terá o que quer e precisa!

Não, não acho que as coisas estão no claro, encontramos melhor no escuro. No claro vemos o que queremos, no escuro o que precisamos para viver.

O que você irá fazer quando conquistar tudo o que quiser? O que você vai ser quando descobrir que nada do que buscou realmente importa?

Que queres saber?

é melhor sentir…

Crua

Crua
Aquela que não se desnuda
Que não se entrega
Ou se entrega a tudo e a todos, por qualquer coisa
Dança todas as músicas
Não compreende nenhuma
Tem uma religião
Mas não perdoa e sabe pouco do amor
Gosta de julgar, não tenta compreender
Gosta do fácil, mas não do simples
Não olha nos olhos
Só para si
Só vê e assimila o que se parece com ela
Ama e desama… Com a mesma facilidade
Gosto de amigos para ter com quem falar
Diz tudo o que os outros querem ouvir
Mas geralmente não diz nada
Não buscou aprender a ouvir
Se orgulha de se preocupar primeiro com si
Sinceramente o problema dos outros não à abalam
Beleza? Vê, mas só onde existe
Nunca ouviu falar do criolo
Acha todo mundo bacana

Prefere os cães, do que gente
Quer ter filhos, mas não ser mãe
Valoriza quem tem grana
Mas se orgulha em dizer que trata todo mundo igual
Prefere piscina ao mar
O sul ao nordeste
Vota no Serra
Nunca disse eu te amo
Nunca chorou a dor do outro
Nem costuma mudar de ideia…de planos
Crua
Esquece facilmente, mas não perdoa nunca
Não repara nas flores, nas cores,na luz do sol, da lua, do mar, dos olhos… Nos olhos
Gosta de ser amada, mas não agradece ter a quem amar
Crua

Ter vontade de ser feliz é ser feliz… Ser feliz é ter vontade de ser feliz!

Não acredito em viver feliz, acredito em sentimentos alegres, momentos gostosos, delicias, sabores, cores. Quem ta vivo de verdade nao pode dizer que é feliz! Quem ta na vida não tem como ser feliz! Quem me diz nossa como sou feliz, imagino alguém que não se entrega, que vive somente para si, não olha para os lado, e isso é abdicar de sentir, de ser, desejar, ver… A vida nao é algo só. Não é só sorrisos, nem é só lagrimar e dor. Mas é tudo isso. E eu gosto de tudo isso. Mas uma coisa é certa; preocupe se quando vc deixar de ter anseio pela felicidade… Só de desejá-la você sim pode acreditar que é feliz! A felicidade está no caminho que nós acreditamos que nos levará a ela, não está no fim, no destino, porque no fundo se um dia chegarmos nela, ainda assim precisamos querer ir além.

Desejo

A minha alma dizem ser eterna

Por isso,

Hoje satisfaço minha carne

Da alma surgem os meus desejos

E desejos…

Precisam ser matados

Minha carne viva, sente, vive, e sacia

Desejo…

Nunca ser só alma

Mas se ela realmente resistir o fim da carne

Serei eterna

Porém não mais Viva

Essa é a graça da vida, somos eternos porque não temos como fazer morrer mais os nossos desejos

Esse é o desespero da vida, precisamos morrer para nos tornarmos eternos do ponto onde já não teremos desejos

Me faz lembrar lacan que já dizia ” A gente não aguentaria a vida se a gente não tivesse certeza que de que vai morrer”

Voltarei a escrever. Precisamos de tempo para nos ouvir. Quando escrevo me ouço. Nem sempre palavras agradáveis… Mas todas importantes para descobrirmos o que realmente tentamos fugir! Obrigada pela visita de vcs! Comentem… Apareçam, deixem contatos, me procure no facebook. Bjos

O Rap é compromisso

A gente sempre passa pela história sem saber que estamos nela. E certeza que o rap nacional está marcando uma fase na história da música nesse momento. Uma história que começou bem atrás, quando os racionais deu voz forte pela primeira vez à periferia, mas ainda assim, foi preciso de um bom tempo para que as próprias pessoas da periferia, e de quem não é dela,- fossem entender a mensagem maior desse som, que para mim é libertadora, revolucionária e ta conseguindo diminuir as distâncias entre as pessoas.
Ainda ouço falar que é chato esse lance de música de protesto, ainda há algumas barreiras,mas essas mesmas pessoas que se sentiam agredidas ou vestiam a carapuça, hoje dançam felizes as músicas do Criolo e do Emicida ( não vejo problema nisso, afinal música é tbem, ou, essencialmente é, entretenimento). Na minha modesta opinião , há uma uma energia nova, sem ódio, com auto estima e sem vitimizações, mas sem nunca deixar de protestar, porque como o Ferréz me disse em uma entrevista, “ainda ta osso”. Fico feliz pq realmente me identifico com esse momento, não como vítima e nem sobrevivente, nem como a loira que gosta de rap e já foi mal tratada no clube da cidade, e nem como a menina da periferia que já foi vista com uma certa desconfiança em alguns ambientes q prefiro não citar, mas como alguém que tem uma história como todo mundo, mas agora tem uma trilha para acompanhá-la no seu longo percurso da sua periferia até o seu trabalho triunfante.Desculpe-me o tamanho do texto. Nem acho que alguém chegará até aqui. Vou colocar no meu blog. Mas acho que todos os tipos de violência que infelizmente presenciei muito de perto, me faz crer que essa música pode ser uma luz, e pra mim hoje ter um rap que denuncia o descaso, mas fala que o triunfo vem do trabalho e não da ganância e das falsas ilusões, e que ao mesmo tempo diz que ” Quem pensar pequenininho vai morrer sem”, é o que milhões de pessoas precisavam ouvir com uma puta banda acompanhando.


prometo escrever mais essa semana… tem muito sentimento contido… por enqto vejam meus posts antigos. os mais antigos. e não deixem de me visitar. é importante para mim esse universo que também é de todos que caem por aqui. a maioria de paraquedas. mas nada é por acaso. nem as nossas quedas. caiam e levantem-se, enfim esta é a vida. estamos sempre a procura de algo. espero que as encontrem. ou pelo menos que curtam a estrada até o que procuram, mas lembre-se; pode ser que no final dela não esteja o seu destino, mas certamente no caminho há lindas paisagens. portanto. não fiquem ansiosos para o final, inicie, partam e curtam o meio do caminho… até lá;.;; até mais…

enquanto o mundo fala de ti

eu quero

apenas te ouvir

enquanto o mundo quer te entender

te aceito

enquanto o mundo quer ter você

eu quero ser tua

enquanto o mundo quer seu sorrir

eu busco apenas o seu olhar

e o seu olhar pode ser distante de mim

mas eu estou aqui para te encontrar

você realmente é importante pra mim

ah o amor…

Realmente a gente não manda no coração…

a gente pode até controlar a fantasia

tentar

mas se for amor de verdade

a gente

tenta

tenta

e desiste

de não querer amar

 

em qualquer situação

a gente tem sempre aprende com o amor

a principal dela

é em meio a tantas obrigações da vida

em tantas mortes diárias

a gente descobre-se

Viva

e

eterna

ame!

até…

devagar, tu vens até mim…

fico aqui contida

em meio a tanta pressa

te espero

me espere

tenho muitas flores vivas pra te dar

muitos sonhos para compartilhar

muita luta pra se engrenar…

muitos beijos guardados uma vida toda

nos seus inquietos olhos castanhos

os quais não vejo a hora de entrar…

A arte pode salvar o mundo

A arte pode salvar o planeta?

 

Primeiramente uma reflexão. Salvar o planeta do quê? O planeta realmente está acabando? Perguntas difíceis e complexas. Mas uma forma simples de perceber que o mundo não vai nada bem é só observar as notícias, olhar pro lado, olhar pra si, procurar a natureza. Não é nem um pouco normal e aceitável imaginar que o dinheiro se tornou o Deus dos homens, que temos que andar com os vidros fechados, que temos que temer chegar tarde em casa, que os idosos não sejam respeitados, que as crianças não possam sonhar com um futuro e principalmente que as oportunidades são para poucos. É uma tragédia imaginar que passamos por um homem morando na rua e no máximo sentimos pena, ou não sentimos nada, ou nem olhamos, ou nos acostumamos, ou atravessamos.

É absurdo a gente imaginar que o homem de hoje desmata sem se preocupar com o amanhã, que o homem a partir do momento que cria, destrói na mesma proporção. Que esse homem fabrica tantas invenções inacreditáveis num passado remoto, mas não encontra saída para questões tão mais necessárias.

Não sabemos o que queremos ser, mas sabemos o que queremos ter. Os valores se inverteram, estamos o tempo todo desconfiados de todos. Temos motivos para isso. É triste. Para onde vamos? Mas pra que pensar nisso, talvez eu, você que me leia nesse blog, sabemos que não vamos viver mais do que 80, anos. Pode ser até que as coisas continuem assim, nem para melhor, nem para pior. Quando o planeta realmente enfrentar problemas gravíssimos não estaremos mais aqui.

Por enquanto temos um trailer de um filme que talvez nem assistiremos. Mas e os nossos filhos, netos, bisnetos, os filhos, netos e bisnetos do meu vizinho?

 

Deveríamos estar desesperados e não omissos ou no máximo preocupados. Deveríamos fazer alguma coisa. E o melhor que poderíamos fazer para transformar o mundo, é nos transformar. E só existe transformação através de sensibilização. Só existe um mundo melhor, com pessoas melhores. Pessoas melhores, não precisam ter carros, apartamentos, viajar para Europa todo ano. Melhores pessoas podem ter e fazer tudo isso, mas precisam SER. E só se É algo verdadeiramente se valorizarmos a simplicidade, a natureza, sábia, que por si só sabe quando tem que mudar de cor, sabe o tempo de dar fruto, o tempo de semear, de crescer, de encher, de azular… Temos muito que aprender som ela. Nossa sobrevivência depende disso.

 

É estranho criar um elo entre sustentabilidade e arte! Aliás esse conceito sustentável não precisa ter uma definição exemplar, basta apenas imaginas que é a capacidade de mantermos a vida com qualidade, e isso vão além da preservação ambiental e atinge todas as relações que precisam ser zeladas e cuidados com amor, generosidade e tolerância. Para praticar isso, não é preciso muito. Mas diante de tantos problemas e correrias do dia a dia, onde achamos espaço para refletir?

 

Comecei esse texto questionando se a arte pode salvar o mundo. A Arte não pode salvar o mundo. O mundo só pode ser salvo através das pessoas. Mas é arte é sim capaz de mudar o homem. Não acredito que alguém que desde cedo, tenha ouvido uma música feita com verdade, com arte, alguém que leia bons livros, nos quais um escritor talentoso manipula a palavra com sabor, nos leve a fantasias que mais tarde descobrimos que podem se tornarem realidades.

Duvido que alguém que vá ao teatro quando criança assistir um texto delicado e singelo não seja impactada pra sempre. Duvido que alguém que seja tocado pela beleza da arte, por mais dura que seja o seu retrato, – se torne um assaltante, se torne um corrupto, alguém que prejudica o seu semelhante. É diferente de religião, que pacifica o ser por um dogma, não que seja menos importante.  A arte sensibiliza pelo lado subjetivo, invade camadas do inconsciente e se manifesta num novo olhar para a vida. O Olhar que se deve ter. Não estou falando que todas as pessoas seriam iguais, ou se tornariam pacificadoras, mas elas seriam HUMANAS, com seus defeitos e qualidades, mas suas características não levariam o mundo para esse caos.

 

É preciso que todos tenham acesso ao que há de melhor. É preciso que todos percebam que seremos mais felizes e menos doentes se respeitarmos a natureza e se escutássemos música, se lêssemos livros, se assistíssemos peças e concertos…

 

Precisamos escutar a nossa música, encontrar o nosso livro, criarmos uma nova história…

Precisamos ser menos egoístas e permitir que não somente nós venhamos a descobrir a arte, precisamos levar arte para todos. Presenteie alguém com um livro, mostre aquela música linda… tem Chico, Criolo, Seu Jorge, Gil, Caetano… Stevie Wonder, Joss Stone… Cazuza…

Não dá para passar por essa vida e não ler um poema… não escrever um poema…

Não é possível passar por essa vida sem olhar para o outro

Sem amar de verdade

Sem descobrir que o verdadeiro sentido é a simplicidade

Sem deixar um legado para as próximas gerações

Sem sermos eternos…

O mundo precisa ser restaurado e isso só será possível através da restauração humana.

 

PS; Estou envolvida em um documentário que fala sobre esse tema, focando na literatura como uma ferramente de sensibilização do homem para que ele lute pela transformação que o mundo precisa.

Gente mais sensível já! Precisamos nos tornar humanos.

à deriva

Se fecho os olhos, e sozinha, em paz, em algum cantinho qualquer, eu coloco uma música boa, e algum pensamento me leva até você, consigo lembrar ( sentir) de cada instante contigo, como se você tivesse a me tocar. Sério. Você sempre me tocará.

Tenho imensa gratidão pelo que representa pra mim e isso se reverte em um bem, bem grande que sinto por ti. Um bem que mesmo à deriva, está sempre aqui, esperando que algum vento te traga até mim.

para que enfim

eu possa te dar água doce

Quem dera que essa paz seja rompida,

e uma tempestade, revire o mar,

e eu esteja na beira a a te esperar

como se o tempo não tivessa passado

nada tivese acontecido

como seu eu sempre tivesse a certeza que a qualquer momento

eu tivesse te vendo, vindo, lindo…

cheio de saudade

para o meu olhar cheio de brilho

É inominável, mas acho que simplificando…

Te amo

Alegrias…

Instante

De repente uma lágrima contida em meus olhos

não, em minha alma…

De repente sem nenhum motivo aparente

Essa lágrima brilha

Os meus olhos agradecem

E o meu coração se enche de ar

A esperança se fez

E a felicidade passeou por mim…

Ela se foi, mas deixou o gosto da lembrança em mim

Sempre que a felicidade passa por mim em algum instante eu a reconheço e isso ocorreu há 1 minuto e meio atrás e eu quis compartilhar com vcs que entram aqui. Quem dera eu que essa alegria sem rumo e sem motivo chegasse até o corações de vcs…

A gente corre tanto atrás dela, e as vezes, ela vem em passos leves até a gente. Só é preciso sentir… estar atenta, viver esse segundo… ter gratidão e torcer para ela retornar …

Preciso escrever mais… mas a vida anda muito corrida, e o coraçao tao parado, que me falta inspiraçao…

A vida de todo mundo fica um marasmo, e eu tenho tido um pouco de preguiça de me aventurar. Isso nao e legal… enfim…

espero me apaixonar logo para escrever para vcs…

por enquanto visitem os posts mais antigos, ali tinha muita dor, muita verdade, e tbem um amor que durou muitos anos, e ate hj se faz presente

desculpem pela falta de acentuaçao, estou em um mac e nao sei usar bem esse teclado…

MAIS AMOR POR FAVOR!!!

Pensamentos que rondam

Prefiro sim uma verdade bemmm feia do que uma bela mentira… levo uma porrada e levanto, mas não me recupero nunca de um beijo falso… por isso talvez, desculpo e continuo amando ( ainda mais) as pessoas que me disseram palavras, que na hora me pareceram cruéis…
Essas crueldades me prendem pela vida toda…

(Para vc Ale que me prendeu )

 

o desapego é sem dúvida uma das maiores forças de atracão… desapega que rola… se for pra rolar…

uma certeza de felicidade me bate… preciso registrá-la… e continuar celebrando internamente a coragem que a felicidade exige para existir!

 

…ou, me aceite apesar dos meus grandes defeitos ou não venha querer se aproveitar somente das minhas qualidades…

É muito bom mergulhar, mesmo que a àgua esteja gelada e o sol não esteja forte o suficiente para te secar… coragem!! amei meu reencontro com o mar…

Intensidade não tem nada a ver com viver um monte de loucuras e paixões, é viver uma de cada vez… como se fosse a últma, como se fosse a primeira, como se fosse para sempre!

Sejamos realistas… não existe nada impossível nessa vida! É só querer e lutar muito!

É isso!! Ser feliz é querer estar! Quem procura, acha!

Sempre pensei que a despretensão é que me levava até a felicidade… hj tenho certeza que o caminho é a disciplina e muita teimosia

Pra que tanta barreira? Depois o tempo passa (e ele passa) e aí… é tarde, ou talvez não dê mais tempo ( aquele que passou) para dizer, parar abraçar, para conviver, para sentir…
O lance é viver e olhar pra frente sim, mas ter sempre boas lembranças pra relembrar ao invés de culpa…
Enfim… como diz minha mãe, é difícil errar de tanto amar…

As melhores pessoas que conheço possuem grandes defeitos…
Já as piores… não são capaz de fazerem o mau, mas também não são capaz de fazer o bem, nunca se comprometem. Pois elas não se entregam e nem se envolvem, bom, a não ser quando se beneficiam. Prefiro quem peca por exagero do que por omissão. Sempre!

 

Será que o mundo pode respirar mais aliviado? Acho bem próximo do terrorismo esse impulso de se comemorar a execução sumária de alguém, seja esse alguém, um inocente ou um terrorista. O silêncio diante de mais sangue, seria mais coerente com as milhares de vítimas que morreram durante os ataques de 11 de setembro.

A vida realmente só anda pra frente qdo a gente se joga sem medo da altura… Para ter uma vida interessante e fazer essa experiência valer a pena, não adianta, é preciso coragem para sair da zona de conforto, correr riscos, mudar tudo, chutar o pau da barraco de vez enquando. Qdo tive coragem ( faz tempo, viu), nunca caí, sempre voei…

muitas vezes orgulho tem muito mais a ver com boicote a felicidade do que simplesmente um ato de preservação… alías quem vive se protegendo vive desperdiçando a possibilidade de ser feliz!!

só é capaz de ser feliz quem é feliz… se é que tbem me entendem

saudade de todos…de quase tudo e até de mim…

Felicidade se reconhece! para quem já sentiu vários sabores, e dissabores, quando esse não é amargo e quando um dia de sol como esse não passa despercebido, sinto que vivo um momento feliz! Eu reconheço! E quero intensificar os doces momentos…

é incrível como a vida sabe o que faz… e a gente querendo controlar e lutar contra.Não acredito que os opostos se atraem, não por muito tempo. Semelhante atrai semelhante, principalmente nas amizades. Vale conhecer o diferente para aprender, mas não para permanecer…

Pronto Falei 1:
Todos nós temos a capacidade de aprender mil coisas… mas acho impossível tentar ser o que não se é… há quem tente, disfarce, e aí sim se torna um ser bem desinteressante. Prefiro gente com defeitos autênticos, mas não suporto gente com falsas supostas qualidades.
Gente interessante tem defeitos a mais… e qualidades puras.

Fico chocada quando percebo que vivemos no mundo onde o Deus é o dinheiro. Para muita gente é uma verdade absoluta que o poder corrompe… essas pessoas que justificam isso e se colocam no lugar dessas pessoas não podem reclamar dos bandidos, dos policiais e políticos corruptos… Dinheiro só presta quando é digno! E olhe lá…

SENTIMENTAL

Se quando criança, você ia chorar no banheiro,  depois de uma cena de novela

Se você acreditou (e ainda acredita) que cada amor é sempre o maior amor do mundo

e diz: “eu nunca mais vou sentir isso, eu juro, dessa vez é diferente”

E depois,  você ainda consegue amar inacreditavelmente ainda  mais 

Não porque aquele amor não era grande como imaginava mas é o seu coração que parece não ter fim 

Se as dores dos conhecidos e até de desconhecidos se tornam suas dores também

Te roubam o sono

Se a falta de generosidade de alguns amigos te entristece

Se você se emociona em comerciais da margarina

E já se viu em lágrimas misturadas com as águas do mar

E mesmo desesperada, achou bonito isso…

Se você, apesar de já ser um adulto, ainda assim,  sabe que às vezes é preciso se esconder e conter sentimentos 

pois ninguém compreenderia o que é uma dor e o que é um amor pra você

Essa música é pra vocês

SENTIMENTAL

Quem é mais sentimental que eu… Los Hermanos…

Será que esse coração não entende

Que o passado não deveria voltar

Porque ele não volta

Não é real

É medo do futuro

Não é possível

Que alguém que passou

E nunca quis ficar

Ainda permaneça em mim

Justamente onde ele nunca pensou em morar

Mal ele sabe

Que possui outra morada

Bem longe de sua casa

Que poderia voltar quando quiser

Mas ele sequer sabe o caminho

Paulistana

Pensei que fosse melhor sair

Tomar um drink

Com os amigos

Em algum lugar escurinho de São Paulo

Ou quem sabe com estranhos?

Mas eu sou a minha amiga estranha

Desisti no meio do caminho

Mas ainda dei uma volta pela cidade

Até acabar um maço de cigarro

Aquela roupa rendada, preta

O cabelo preso

O batom vermelho!

Não era eu

Não eram meus…

Tá difícil saber quem sou

Que roupa vestir

E me ver?

Cada amor que se foi

Tirou um pouco de mim

Levaram tudo de mim

E todos ficaram aqui

Já amei o bastante

Mas quantos levaram de mim?

Tiraram de si?

Melhor ficar em casa

Escutar Amy

Ela sim já morreu

Ou melhor, ela sim, já viveu

E, eu?

Ficarei em casa

Na companhia estranha

Melhor que estar só

…ao lado de tanta gente conhecida

———————

Meu grande amor

Pensei que fostes

Mas eis

Grande

Forte

Presente

E sempre, sempre, tão ausente

Dor e muito amor – um pouco mais sobre resiliência – junior

Esse blog é meu. Nasceu de uma necessidade de grito de dor. Foi feito sim por amor, o sentimento que me move, pra frente, pra trás…

Há 20 segundos atrás, escutei uma música, que está embalando uma reunião de amigos dos meus vizinhos…senti a presença do Junior, não espiritual, saudade mesmo… saudade saudade saudade

Eles estão felizes. Eu, estou em paz, eu sou feliz, mas sinceramente, não sei quando estarei novamente feliz.

Talvez chegou a hora, e eu tenho entendido bem, que feliz eu nunca mais serei. Acho praticamente impossível, alguém que perdeu um filho, ou alguém que se ama muito em uma tragédia um dia dizer: Nossa, como eu sou feliz, como a vida é bela.

Eu dediquei 10 anos da minha vida, exatos 10, dos meus 18 aos 28 para um irmão que a vida me deu. Apesar de chama´-lo de irmão, ele não tinha o mesmo sangue que eu. Pouco me importa. O sangue sempre foi determinante pra eu entender que existe algo que me une há algumas pessoas e que pode acontecer o que acontecer, elas serão sempre amadas.

Mas pelo Junior, não tinha sangue, tinha alma. Não sou mãe, não gerei ainda uma vida. Mas o amor que sinto por ele é um amor de mãe, sim. Uma mãe louca por um filho, que se colocaria na frente do tiro para salvá-lo. Que daria todo sangue do corpo para mais um minuto de vida, não por egoísmo, mas porque ela acreditava no querer da vida, dele para a vida.

Eu me doei e me entreguei para ajudá-lo, não porque queria simplesmente fazer algo por ele, mas porque como amor de mãe, eu só seria feliz se ele também fosse. Como uma mãe, cometi erros, queria tanto proteger que julguei, que gritei, que falei o que não devia, mas tudo porque eu queria que ele aprendesse a viver da melhor forma possível.

Ele foi morto, pelas costas, e eu que na maioria dos dias creio que essa vida é uma passagem e que estamos eternamente ligados pelo coração… não me conformo de imaginar que antes dele fechar definitivamente os olhos, ele se desesperou, ele sentiu dor, sentiu medo, sofreu intensamente sem conseguir balbuciar… eu daria minha vida para ele não ter tido esses minutos de agonia… daria sem pensar, sem jamais me arrepender. Ele não merecia, nunca conheci alguém tão bonito como ele, com um coração tão inocente e que sofreu tanto pelas regras desumanos de organização dessa sociedade injusta e cruel, que deixa os destinos das pessoas serem traçados pela sorte!

Se passaram três anos, dois forma muito cruéis, não tinha força sequer para levantar os braços, o mundo ficou cinza, e era tão cinza, que eu não conseguia explicar pra ninguém. Sofri o tamanha dessa dor sozinha, não podia tentar querer que alguém mais no mundo entendesse.

Choro muito ao escrever essas pesadas palavras, mas precisava desabafar. Ainda dói, ainda rs… vai doer pra sempre. Não tem cirurgia que seja capaz de tirar essa faca de dentro de mim. Meu corpo vai se adaptanto, e hoje posso dizer que sim, consigo esquecer por mais de 6 horas o que aconteceu, consigo ver graça em um dia de sol, consigo mergulhar no mar sem me afundar. Consigo fazer escolhar por mim e não por desespero de tentar inutilmente voltar a ser quem fui.

Não serei mais a Gilmara que idiotamente achava ter problemas, problemas tem solução, tragédias não há fórmula mágica que resolva e nem diminua a dor da sua presença.

Eu perdi um amigo, o pai dos meus sobrinhos, o marido da minha irmã, o genro da minha mãe, um irmão, um filho, e perdi uma luta de 10 anos em que tive tanta fé de que o final seria ao menos razoável.

Ele ainda é a pessoa mais importante da minha história. Eu ainda torço para que quando eu escrevo palavras bonitas nesse blog que dedico a ele, ele sinta, que ele sinta também as minhas orações diárias, as minhas conversas por intermédio do mar e da lua!! Que ele sinta o meu amor, a minha luz e esteja em paz…

Eu dou conta dessa dor, tenho ainda uma sede imensa da vida, não perdi a fé, não me amargurei, só não sou mais tão eu, e nem nunca mais serei tão… mas luto para isso… e persigo a felicidade porque gosto de sentí-la e sei que ele gostaria de saber que continuo na tv, que continuo geniosa e forte, continuo sonhando com um mundo melhor,continuo amando música e continuo fazendo de tudo para ele ser feliz… por mais louco que seja.

Me desculpem escrever isso… precisava, estou forte, e mesmo que parece um momento de fragilidade, acho que é um momento de coragem, é preciso ter coragem para se fragilizar… e eu nunca nesse blog fui explícita sobre e a minha dor e o meu amor…

” na morte a ausência se faz mais presença…”

Por isso sempre falo, pelo amor de Deus, não esperem o mundo cair na sua cabeça pra vcs entenderem que até então vc era feliz… ou tinha todas as possibilidade de ser!

Quem sou eu?

Tenho muitas dúvidas e poucas certezas…

Sobre as certezas: Sou filha da Terezinha. uma sergipana que me ensinou a ter coragem e fé. e de Sério, um paulista que me ensinou a gostar de Chico, de futebol e a superar a dor da perda. que me deram uma irmã. que me ensinou a amar incondicionalmente. que teve três filhos, meus amáveis sobrinhos; Pablo, Luma e Gregory. o mar é o lugar que mais me faz bem. tenho muito medo. tenho muita coragem. quando criança acreditava na eternidade. ainda aceito pouco a finitude. talvez por isso meu maior sonho seja plantar e ter filhos. tenho amigos especias, muito especiais.  dizem que tenho muita sorte. quase sempre acredito em Deus. faço pedidos para a lua. nem sempre ESTOU alegre. SOU feliz. gosto de sentir. de me apaixonar. perdoar. da chuva. dançar. música. cinema.  de falar sobre a vida e de ouvir o silêncio. realmente prefiro as coisas simples. adoro trabalhar. ou melhor, adoro meu trabalho. aprendi há três anos atrás o que é resiliência. estou no processo. não está nos meus planos comprar um apartamento. não tenho vontade de ter para onde voltar. tenho vontade de ter para onde ir…

Férias

Meu coração já tão machucado

Tenta pulsar intensamente novamente

Como os primeiros passos

Anda cauteloso

Afinal, foram muitos saltos…

E, muitas quedas…

Acredito sim, que por mais dolorido que seja, ou tenha sido um ( dois, três, mil, ) amor…amores, se for amor é para a vida inteira

Se é passível de esquecimento, oras, não seria amor…

Então, ele está cada vez mais cheio, com menos espaço

Alguns deixam saudade, outros desilusão, mas todos tem a doçura do amor e a loucura do meu jeito de amar

Mas não é que no espaço que ainda há, e não me peçam para calcular, um novo alguém anda querendo se ocupar

Ou melhor, eu deixei, ou foi a vida que quis…

Não sei… faltam tantos capítulos, ou parou por aqui…

Não sei

Estou tentando ser mais racional

Leve

Não quero mais me apaixonar para depois virar amor

Quero, hoje, um amor, que se torne ao longo da vida também uma paixão…

Vou contando por aqui…

Sorte

” Estar pronto é tudo…”

Nunca estarei

Falta sempre o fim

Estou sempre na ânsia de estar

Mas desisto

Ou melhor, não resisto ao erro, de me impulsionar diante do novo

ou melhor, quer dizer, ou pior, diante do já conhecido, do antigo,

Para o amor não existe antídoto

Nunca estaremos prontos

Só descobriremos que não se tentarmos

E só gozaremos se sim se erramos sem medo de errar

Se amamos sem medo de nos magoar

Não saberemos

O amor é sempre uma dupla

Não depende de um

E o que esse outro que ainda nem conheço…

… pode me preparar nem ele sabe

Muito  menos eu

Então estou pronta

Pronta para saber que não adianta esperar a sua hora

O amor não entende de tempo, por isso não tem idade

nem velocímetro, nem uma bussóla para nos orientar, se é para o norte, ou sul… que devemos seguir

Me veio essa frase, e por mais que não caiba aqui

Meu compromisso com a verdade nas minha palavras não pode faltar…

Infelizmente amor é uma questão de Sorte

É pela paz que eu não quero seguir….

Cheguei até ela….

Nunca a havia experimentado

É bom, ou melhor é boa

Digamos que é confortável

Mas não me rende um texto bonito que toque você ou gere comentários

Sinto falta do coração saindo pela boca

Das noites mal dormidas

De acordar escutando passarinhos

A vida tem sido branca

Nada de cor

Também a escuridão já passou

Talvez seja bom eu curtir esse momento

Quem sabe por tráz dessa névoa branca

Surja o tão esperado arco-íris

Juninho

Um dia

Alguém tentou destruir um homem

Um dia

Todos os sonhos pareciam perdidos

Um dia

A covardia quase venceu a Vida

Quase…

O amor, os sonhos e a Vida continuam

Maior que toda maldade, que todos os mistérios

A existência de um homem não está na sua existência carnal e sim perpetuado em cada pessoa em que se despertou amor…

Sendo assim…

O homem mais amado do mundo continua vivo

voltei a sonhar… logo voltei a viver…

Rosas para Osama

 

Hoje o mundo amanheceu com a notícia de que Osama Bin Laden (finalmente) foi morto. Coloquei entre parênteses porque é essa sensação e essa palavra que parece sair da boca de todas as pessoas. Confesso, não sei o que sentir, mas me interroguei se diante das notícias que a TV transmitiu, e a forma como fez isso, se eu deveria me sentir assim. Assim como estou… Não consigo comemorar, e nem achar que o mundo pode respirar aliviado com a execução sumária de alguém. Osama era um assassino em nome de uma fé absurda e doente, e pelo seu comando influenciou muita gente e matou muitos inocentes, destruiu famílias e o pior, sonhos. Mas e nós? Que não nos consideramos terroristas, e sim civis dignos, responsáveis, pais e mães de família,  diante disso, vamos lá, “ dente por dente, olho por olho…”? E NÓS, EM NOME DE QUEM E DE QUE FÉ VAMOS EXECUTAR OS QUE SÃO MAUS? Osama tinha certeza que estava fazendo o bem quando matou em nome de Alá, e também tinha certeza que quem não tinha a mesma fé que nutria estava no caminho errado e merecia morrer no fogo do inferno. Minha pergunta é: É essa a nossa lei? Ou pra que foram criadas leis? O que fizeram com o Osama, a polícia faz aqui com milhares de jovens que cometem crimes, mas não posso dizer, se entre eles haviam recuperáveis, ou irrecuperáveis, afinal para muitos, se foram pegos é melhor que paguem com a vida do que ocupar uma vaga na cadeia e serem “bancados” com o nosso suor. Outra pergunta, se tal infrator não ter a capacidade de se regenerar, deve ser morto? É assim que se faz justiça?

 Mas e a mãe desse bandido? Os filhos desse menino assassinado pela polícia, nem nome de uma lei cega, guiada pela hipocrisia e autoritarismo, como fica as suas vidas? Sua família também tem culpa? Eles também foram sentenciados e julgados por policiais despreparados, desumanos, que horas depois nem lavam as mãos e abraçam a esposa em casa como se nada tivesse acontecido, como se à poucas horas atrás eles não tivessem destruído os sonhos e esperanças de uma família inteira?

Então, se a lei dos homens nessa hora não precisa ser aplicada, que na minha opinião seria; prender e julgá-los, do Obama ao ladrão de galinha, porque todos clamam pelos seus direitos; trabalhistas, quando se separam de um casamento, quando se indignam com a corrupção? E os cristãos, os que vivem com a bíblia embaixo do braço, que acreditam que os espíritas não merecem o reino do céu porque conversam com os mortos, e os evangélicos que acham que os católicos não serão salvos porque adoram imagens? Esses não acham que serão castigados diante de tanto ódio? Ou a fé assim como Osama os salvam?  Sempre penso, eu que não tenho religião, mas procuro seguir o mandamento amar o próximo como a sim mesmo, – Jesus, o homem sem pecado e que veio pagar pelos nossos pecados, perdoaria ou não Osama? Como agiria? Como se sentiria? Todo mundo que crê em algo bom, deveria querer se aproximar das qualidades de Jesus.

Não estou aqui, crucificando o EUA, e santificando o Osama. Para  o mundo e principalmente para os EUA era de suma importância encontrar o Osama, como uma forma de punição, de justiça e de proteção, Sim. Mas contesto a celebração diante do sangue. Para Obama matar civis era uma forma de se vingar, de mostrar suas crenças que para ele era a única e verdadeira para se aproximar do seu Alá, o nosso Deus. Único independente de que forma e origem ele tenha. E para nós, o sentimento da vingança está entre as nossas leis.

  Antes de prendê-lo eu entregaria uma rosa para Osama, para provar que ele o tempo todo esteve errado e de que a sua maldade não chegou a amargurar o mundo que busca paz e não combate o ódio com ódio, a violência com violência, a maldade com maldade, a covardia com covardia.

Espera

Ainda espero o amor

Resta alguma esperança

Bom, não está a vista

Mas quem sabe andas escondida

Onde os meus olhos ainda não podes ver…

Há gente nesse mundo que mesmo sem querer já “amou” mais do que eu

Já tentei, mas não consigo não querer

Será eu nesse mundo alguém que não nasceu para amar?

Assim como os grandes poetas?

Não, me lembro do poetinha que amou, sofreu,chorou…

Embora as vezes acho que quem troca amor por amor, amores por amores

Vai morrer sem amar ninguém

E eu, que contei nos dedos da mão os amores que tive

Posso dizer estão todos ali na palma da minha mão…

Pela eternidade, porque amor não se torna passado

Os amores que tive, por mais desamores que foram, ainda os tenho

Quero tanto, tanto, tanto, mas me paraliso diante de tantos desejos que almejo… sei que podia tanto, podia ir além dos sonhos mais loucos, dos meus e os de vocês, mas não sei, assisto a vida passar, e um mundo de possibilidades e capaciddes que eu naturalmente tenho o dom por trás de mim… sou a cortina fechada, em cima do placo, e a platéia da vida anciosa por me ver delirar…

Sinto que se desse os primeiros passos, uma corrida viria atrás de mim, feliz da vida… tenho que dançar, amar, ser amada, morar sozinha, malhar, fica bonita, fazer tantos cursos, mudar a minha vida, transformar a vida de outras pessoas e principalmenter ter um filho, para enfim, nada mais me importar, pois tenho tudo em um único amor…

o amor de mãe…

quero que Deus esteja lendo minhas palavras, chega uma hora na vida de uma mulher que ela não é mulher, não é mais menina, mas precisa ser mãe.

e agora Gill?

para onde mirar ?

quais músicas escutar?

qual sonho sonhar?

qual amor viver?

quem você será?

tá na hora de você então a voltar a ser quem sempre foi

e se a solidão apertar

estará em ótima companhia

como sempre foi…

sobre o fim…

Quando algo chega no fim, e não queremos acreditar. acredite! no fundo sempre sabemos o momento de parar. podemos prolongar esse fim, e às vezes é preciso, afinal é difícil admitir e nem todos nós somos seres práticos. acredite na sua intuição e se quando você vislumbrar o fim e se sentir triste mas ao mesmo tempo aliviada, aposte nele e se se arrepender, já comprovei que nada é definitivo. e o fim pode ser um novo recomeço, mas antes é preciso ter um fim.

Fim

O tanto que a vida te dá ela te toma

Quero uma vidinha

Tudo simples

Com pequenas emoções

Comprar uma cadeira de praia para ver o sol se por

Ter um óculos espelhado para colorir o mar

Ir na reunião da escola do meu filho

Não ter o que fazer no domingo

Não quero aplausos

Nem pedido de casamento em público

Nrm viajar o mundo

Quero a vidinha que pedi para Deus

E que ele nem ninguém ousaria me tirar o muito pouco que me satisfaz 

 

 

 

Nota

Entradas Mais Antigas Anteriores